Variações da linha de costa nas baías de Santos e São Vicente

Alessandro Farinnaccio, Samara Cazzoli y Goya, Moysés Gonsalez Tessler

Resumo


A região de Santos e São Vicente, litoral central do estado de São Paulo, é uma região de grande importância turística e econômica, esta última devida especialmente à presença do porto de Santos. O trabalho tem como objetivo estudar as variações da linha de costa das praias desta área. Muitas alterações foram efetuadas na região praial, sobretudo para implantação de infraestrutura urbana, e com isso a linha de costa variou muito em alguns trechos. Utilizando-se de comparação de fotografias aéreas, com idades distintas, notou-se que essas mudanças ocorreram especialmente nas proximidades da ilha de Urubuqueçaba e do Emissário, onde a retenção de sedimentos se reflete na erosão verificada nos outros trechos da praia de Santos. Em São Vicente, o fechamento artificial do tômbolo da ilha Porchat gerou déficit de sedimentos em todas as praias da baía de São Vicente, e com isso várias obras de contenção foram construídas, agravando ainda mais o problema da erosão costeira. A maior parte dos processos erosivos e/ou de acresção vistos nessas praias é fruto principalmente da intervenção humana, ficando a influência causada por causas naturais, como o aumento da intensidade de sistemas frontais e a variação relativa do nível do mar, difícil de ser distinguida.


Palavras-chave


Linha de costa; variação; praias

Texto completo:

PDF


Quaternary Environmental Geosciences