CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA DA FOLHA DE Ilex paraguariensis St. Hil. (ERVA-MATE) E DE OUTRAS ESPÉCIES UTILIZADAS NA ADULTERAÇÃO DO MATE

EUNICE VALDUGA, RENATO JOÃO SOSSELA DE FREITAS, CARLOS B. REISSMANN, TOMOE NAKASHIMA

Resumo


A Ilex paraguariensis St. Hil. (erva-mate) é uma espécie nativa da América do Sul. As suas folhas e ramos finos, secos e triturados são utilizados como chimarrão, tererê, mate solúvel, chá mate e em preparações farmacêuticas. Em função da alta demanda do produto, o mercado ervateiro é freqüentemente vítima de falsificações, principalmente por misturas com outras espécies nativas. O presente trabalho teve como objetivo identificar, mediante técnicas analíticas químicas e instrumentais, a presença de diferentes compostos químicos existentes na folha de erva-mate e de algumas espécies (Ilex theezans Mart., Ilex dumosa Reiss., Campomanesia xantocarpa Berg., Capsicodendrum dinisii Sch., Prunus sellowii Koeh.) utilizadas na adulteração do mate. Os resultados demonstraram que a I. dumosa apresentou, entre outros compostos, saponinas de ação hemolítica (destrói as células que transportam o oxigênio ao sangue) e o P. sellowii, ácido cianídrico (0,032% na planta seca), substância com toxidez comprovada. Constatou-se também, que a composição química das folhas está intimamente relacionada com a espécie, época de coleta do material, posição e idade das mesmas, além das condições de solo e clima.

Palavras-chave


ERVA MATE; MATE - ADULTERAÇÃO; ANÁLISE QUÍMICA. Ilex paraguariensis St. Hil; MATE-ADULTERATION; CHEMICAL ANALYSIS YERBA MATE.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380%2Fcep.v15i1.14033

Boletim Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos. ISSN:19839774