PERFIL MICROBIOLÓGICO DE POLPA DE FRUTAS PRODUZIDAS E COMERCIALIZADAS NOS ESTADOS DO CEARÁ E RIO GRANDE DO NORTE

TEREZINHA FEITOSA, MARIA ELISABETH BARROS DE OLIVEIRA, MARIA DO SOCORRO ROCHA BASTOS, CELLI RODRIGUES MUNIZ, SONIA COELHO ABREU DE OLIVEIRA

Resumo


O presente trabalho pretende subsidiar a elaboração de padrões de identidade e qualidade (P.I.Q.) para polpa de frutas tropicais congeladas. Inicialmente estão sendo avaliados os sabores acerola, cajá e caju. Amostras provenientes dos Estado do Ceará e do Rio Grande do Norte foram submetidas a contagem de bactérias aeróbias mesófilas, contagem de bolores e leveduras, determinação do número mais provável (NMP) de coliformes totais e coliformes fecais e pesquisa de Salmonella. Do ponto de vista sanitário constatou-se que, de acordo com a Portaria 001/87 para suco de frutas congeladas, 49,02% das amostras de polpa de acerola, 25,0% das amostras de polpa de cajá e 51,42% das amostras de polpa de caju analisadas apresentaram-se fora dos padrões quanto a contagem de bolores e leveduras, e que 8,11% das amostras de polpa de caju, apresentaram coliformes fecais. Os resultados referentes a contagem padrão em placas revelam condições precárias de higiene durante a produção das polpas. Entre as amostras analisadas não foi detectada a presença de Salmonella.

Palavras-chave


POLPA DE FRUTAS TROPICAIS; ACEROLA; CAJÁ; CAJU; ANÁLISE MICROBIOLÓGICA. FRONZEN TROPICAL FRUIT PULPS; YELLON MOMBIM; CASHEW; MICROBIOLOGICAL ANALYSIS.

Texto completo:

PDF


Boletim Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos. ISSN:19839774