INCIDÊNCIA DE Vibrio parahaemolyticus EM ÁGUAS MARINHAS COSTEIRAS NA CIDADE DE JOÃO PESSOA PR*

CRISTINA PAIVA DE SOUSA, ANTONIO LIMA C. LIMA, FREDDY R. CARBAJAL

Resumo


Relata-se no presente trabalho a incidência de Vibrio parahaemolyticusa partir de 21 amostras de águas marinhas costeiras obtidas em diferentes praias do litoral de João Pessoa - PB. Detectou-se a presença de y. parahaemolyticus em 42,9% das amostras. Das 127 colônias isoladas, 35,4% eram típicas e 44,4% destas, positivas para o organismo. A contaminação média (NMP/ml) das amostras foi de 8,6 x 10, excluindo-se os valores menores que 3,0 x 10, sendo que 14,5% apresentaram-se contaminadas com número superior a 102organisnos/ml, representando risco potencial à saúde pública. Há, provavelmente, certa tendência de relação entre o local de coletadas amostras de água do mar com a época e temperatura das águas marinhas sobre o número de y. parahaemolyticus.

Palavras-chave


ÁGUAS MARINHA COSTEIRAS; Vibrio parahaemolyticus. MARINE COASTAL WATERS.

Texto completo:

PDF


Boletim Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos. ISSN:19839774