AVALIAÇÃO DE CATCHUP LIGHT BRASILEIROS I: CARACTERÍSTICAS TEMPO-INTENSIDADE E ACEITAÇÃO POR CONSUMIDORES

Gisele Cristina Maziero de Campos Bannwart, Helena Maria André Bolini, Priscila Becker Siqueira, Carlos Alexandre Koguishi Brito, Tatiana Fontes Pio, Maria Cecília de Figueiredo Toledo

Resumo


Neste estudo, amostras de catchup disponíveis no mercado brasileiro (uma versão tradicional e três lights) foram avaliadas quanto ao perfil sensorial e à aceitação por consumidores. As metodologias utilizadas foram a análise tempo-intensidade (T-I) e testes de aceitação quanto à aparência, aroma, sabor, textura e impressão global. A atitude de compra em relação aos produtos e a percepção de dulçor (escala do ideal) também foram avaliadas. Os resultados da análise T-I e dos testes de aceitação demonstraram que o catchup light adoçado com aspartame apresentou maior equivalência de dulçor e perfil sensorial mais próximo ao do produto adoçado com sacarose. Concluiu-se que dentre os edulcorantes avaliados, o aspartame é o mais apropriado para essa aplicação. Tal observação foi confirmada  pelos testes de atitude de compra e escala do ideal.


Palavras-chave


LIGHT KETCHUP; SWEETENER; TIME-INTENSITY; SENSORIAL ANALYSIS

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380%2Fcep.v24i2.7501

Boletim Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos. ISSN:19839774