Composição química da casca de ovo de galinha em pó

JULIANA DOS SANTOS VILAR, ARMANDO UBIRAJARA OLIVEIRA SABAA-SRUR, RUY GARCIA MARQUES

Resumo


A casca de ovo de galinha constitui subproduto utilizado no preparo de multimisturas alimentares distribuídas no Brasil. A carência de informações químicas sobre a casca de ovo motivou a realização deste trabalho que visou desenvolver tecnologia para obtenção desse produto na forma de pó e determinar o seu conteúdo de nutrientes com vistas a sua utilização como fonte de cálcio. Depois de higienizadas e desidratadas, as cascas foram transformadas em pó com auxílio de moinho,

tendo sido obtido rendimento de 98,45 ± 0,70%. Determinações analíticas revelaram que 100 g desse produto continha baixo teor de umidade (1,3490 ± 0,0274 g), resíduo mineral fixo equivalente a 91,9600 ± 0,2218 g e baixo teor calórico (30,6823 ± 4,9069 Kcal), provenientes de 4,3693 ± 0,3977 g de proteínas, 0,7837 ± 0,0560 g de lipídios e 1,5379 ± 0,7029 g de carboidratos totais, além de 30.263,72 mg de cálcio. Considerando que a ingestão diária de cálcio recomendada para adultos saudáveis é de 1000 mg, apenas 3,30 g de casca de ovo em pó supririam essa necessidade. Os resultados obtidos sugerem que esse subproduto constitui potencial fonte de cálcio para a alimentação, sendo necessários maiores estudos sobre a sua biodisponibilidade em humanos.


Palavras-chave


CASCA DE OVO; CÁLCIO; Gallus gallus.

Texto completo:

PDF


Boletim Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos. ISSN:19839774