TAMANHO DA AMOSTRA NO CONTROLE DE QUALIDADE POSICIONAL DE DADOS CARTOGRÁFICOS

JOÃO BOSCO NOGUEIRA JÚNIOR, JOÃO FRANCISCO GALERA MONICO, VILMA MAYUMI TACHIBANA

Resumo



A determinação do tamanho da amostra é um fator de extrema importância
quando se trata de controle de qualidade de produtos cartográficos, pois se pretende
uma amostra parcimoniosa, mas representativa da população. Além disso,
praticamente quase todas as demais etapas envolvidas nesse processo estão
condicionadas a essa determinação. A verificação da acurácia de uma carta, através
de um teste de campo, baseado em uma amostra de pontos da mesma, é realizada de
formas diferentes em cada país. Esse tipo de controle é muito influenciado pelas
peculiaridades de cada país, tais como: dimensão, situação econômica dentre
outras. No Brasil, apesar de existir legislação específica sobre isto, o Decreto Lei
89.817/84, não há especificação que defina o número de pontos de referência que
deve ser usado na análise. Portanto, visando contribuir com o assunto se
desenvolveu um estudo sobre amostragem voltada ao uso em cartografia com a
finalidade de fornecer embasamento teórico e prático para a execução desta etapa
em controle de qualidade de produtos cartográficos. Alguns resultados
experimentais obtidos através de simulações em cartas na escala 1:2.000, com
diferentes tamanhos de população, intervalos de confiança e erro máximo
permissível são apresentados.

Sample Size for Positional Quality Control of Cartographic Data

Abstract


Identification of the amount of points necessary for quality control of
cartographic data it has been an activity of great value in the field of Cartographic
Science. It aims at find the smallest size of the sample to be used in that evaluation
process, which has to be representative of the population. Practically, almost all
other stages involved in the process are conditioned to this determination. Accuracy
evaluation of the cartographic product, through a field test, based on a sample, is
carried out. The control is very influenced by the peculiarities of each country, such
as dimension and economic situation. In Brazil, in the effective legislation, the
Decree Law 89.817/84, there is no specification that suggests the number of
reference points to be used in the evaluation process. The main aim of this paper is
to investigate theoretical and practical aspects in order to obtain a significative
sample to be applied in the process of quality control of cartographic products.
Some experimental results obtained with simulations using maps in the 1:2000
scale, with different population size, confidence intervals and tolerable maximum
error are presented.


Texto completo:

PDF


Boletim de Ciências Geodésicas. ISSN: 1982-2170