ESTABELECIMENTO DE UMA REDE GEODÉSICA PARA O MONITORAMENTO DE ESTRUTURAS: ESTUDO DE CASO NA USINA HIDRELÉTRICA SALTO CAXIAS

Daniel Carvalho Granemann, Pedro Luis Faggion, Carlos Aurélio Nadal, Luis Augusto Koenig Veiga, Silvio Rogério Correa de Freitas

Resumo


O monitoramento geodésico de barragens é de fundamental importância tendo
em vista que problemas estruturais podem representar prejuízos econômicos, danos
ao meio ambiente e em casos extremos a perda de vidas. Neste trabalho são
apresentados os estudos para o estabelecimento de uma rede geodésica para o
monitoramento da barragem formadora do reservatório da Usina Hidrelétrica de
Salto Caxias bem como as metodologias desenvolvidas para a realização das
observações de campo e processamento dos dados. No contexto foram aplicados
diferentes métodos de levantamentos, tais como: triangulações, trilaterações,
nivelamento geométrico e rastreamento GPS (Global Positioning System), cada um
deles com um propósito específico dentro do projeto de monitoramento da estrutura.
Uma rede composta por seis vértices geodésicos de controle foi projetada e
estabelecida na região da barragem. As coordenadas dos respectivos vértices foram
determinadas em diferentes épocas, sendo estas obtidas de dados coletados nas
campanhas realizadas (ângulos, distâncias e desníveis) aplicando-se ajustamento
pelo Método de Variação de Coordenadas. Alguns testes como o Data Snooping,
utilizado para a detecção de erros grosseiros nas observações, foram aplicados. A meta central foi o de constatar a rigidez da rede geodésica, uma vez que esta será
referência para posterior monitoramento da estrutura da barragem.

Palavras-chave


Redes Geodésicas; Ajustamento; Monitoramento; Geodetic Networks; Adjustment; Monitoring

Texto completo:

PDF


Boletim de Ciências Geodésicas. ISSN: 1982-2170