Cauim pepica – notas sobre os antigos festivais antropofágicos

Renato Sztutman

Resumo


Este artigo retoma a discussão sobre o lugar das festas de bebida fermentada – cauinagens – na socialidade dos povos de língua tupi-guarani que habitavam a costa brasílica nos séculos XVI e XVII. Presentes em todos os momentos de passagem, as cauinagens mais importantes eram aquelas realizadas por ocasião de ritos antropofágicos. Não é possível compreender a construção do parentesco, das alianças políticas e das diferentes subjetividades (dos matadores, dos xamãs, das mulheres etc.) entre os Tupi da costa sem a consideração desses ritos. Além disso, eles dão forma a uma crítica da condição humana e social, encontrando-se, assim, com os chamados movimentos proféticos, busca de um espaço-tempo no qual a festa é perpétua.


Palavras-chave


bebidas fermentadas; ritual; antigos Tupi da costa; guerra; profetismo.

Texto completo:

PDF


Apoio
Fundação Araucária
CNPq e CAPES
Programa de Apoio à Publicação de Periódicos Científicos - UFPR
Campos - Revista de Antropologia Social. ISSN: 1519-5538