Deus Salve Casa Santa, Morada de Foliões. Rito, Memória e Performance Identitária em uma Festa Rural no Estado de São Paulo

José Rogério Lopes

Resumo


O texto analisa as mudanças ocorridas no ritual de devoção aos Santos Reis, em uma festa rural tradicional do município de São Luiz do Paraitinga, na região do Alto Vale do Paraíba (SP). A festa tem tradição de mais de quarenta anos, realizada em um bairro rural formado por migrantes mineiros. Por ocasião do falecimento dos "antigos foliões" do bairro, a festa deixa de ser realizada por dois anos, sendo retomada em 1999 por descendentes daqueles, sob novos condicionamentos culturais, como a utilização de meios eletrônicos e dramatizações que recorrem à memória dos antepassados. Essas novas mediações produzem gradativamente um ritual em memória dos antigos foliões em simultaneidade com o ritual devocional tradicional. Descreve-se historicamente a formação do bairro e expõe-se uma etnografia das mudanças recentes no ritual festivo, de forma a localizar os elementos tradicionais e de mudanças que interferem na continuidade do ritual, no meio rural, buscando reconhecer as novas mediações produzidas nas devoções populares.


Palavras-chave


ritual; cultura popular; performance; memória; identidade.

Texto completo:

PDF


Apoio
Fundação Araucária
CNPq e CAPES
Programa de Apoio à Publicação de Periódicos Científicos - UFPR
Campos - Revista de Antropologia Social. ISSN: 1519-5538