Trabalho e ser Social: uma reflexão Ontológica de György Lukács

Maria Inês Carpi Semeghini

Resumo


O estudo de György Lukács - abordagem particular do ser social - revela–se uma importante contribuição para a reflexão filosófica acerca da problemática do trabalho como elemento fundamental na explicação do homem e do processo social, em seu fundamento ontológico. Tomando em consideração a noção de totalidade, é possível compreender o processo pelo qual os homens, na atividade de produção e reprodução de sua existência social - complexa relação entre natureza e sociabilidade - podem estar construindo novas possibilidades a cada momento, em que indivíduo e gênero se completariam na busca de uma ética orientada pelas mediações estabelecidas pelo mundo do trabalho.


Palavras-chave


Trabalho; sociabilidade; ser social; ética; totalidade

Texto completo:

PDF


Contradictio. ISSN: 1984-574X