Hipóteses ontogenéticas relativas à consciência moral: possibilidades em consciência histórica de jovens brasileiros

Maria Auxiliadora Moreira dos Santos Schmidt

Resumo


Segundo Rüsen (2010), diante de uma situação da vida prática, a tomada de decisões depende de valores e a consciência histórica é um pré-requisito necessário para mediação entre valores e realidade.  Isso porque ela funciona como um modo específico de orientação em situações práticas da vida no presente, porque une o passado ao presente, conferindo perspectivas de futuro à realidade em que se vive, moldando os valores morais a um “corpo temporal”.  A partir desses pressupostos foi realizada uma investigação qualitativa (EISNER, 1998), em 60 jovens brasileiros (13 a 16 anos) de camadas populares, alunos de uma escola pública da cidade de Curitiba-PR. Solicitou-se uma narrativa a partir da seguinte questão: “Escreva para um jovem como você suas reflexões sobre o seguinte – O altruísmo, o pensamento não efêmero e a diferença ainda têm lugar no mundo contemporâneo? A escolha dessa questão justifica-se porque foi ela foi sugerida como modelo para exame de ingresso em uma universidade brasileira. Resultados da investigação realizada apontaram para a existência de diferentes formas e valores pelas quais os jovens traduzem o passado para o presente, bem como suas perspectivas de futuro.


Texto completo:

PDF


_______________________________________________________
 
Educar em Revista - ISSN: 0104-4060
SER UFPR - Sistema Eletrônico de Revistas da Universidade Federal do Paraná