Memória e História em livros didáticos de História: o PNLD em perspectiva

Fabiana Rodrigues Almeida, Sonia Regina Miranda

Resumo


História e Memória, ainda que possam ser tomadas como categorias conceituais intrinsecamente vinculadas, dizem respeito a processos e dimensões da cultura com distinções e especificidades epistemológicas importantes, teorizadas em seu aspecto distintivo e contraditório, prioritariamente, a partir da divulgação do clássico de Pierre Norá. Ambas são componentes importantes do saber histórico escolar e ambas possuem lugar na matriz disciplinar da História, desde o processo de construção das bases de seu código disciplinar, para utilizarmos a expressão cunhada por Raimundo Cuesta Fernandes. Contudo, muitas vezes tais distinções são obscurecidas em face de uma tentativa de homogeneização epistemológica que pode provocar implicações importantes para a compreensão do ensino de História.

O objetivo desse artigo é apresentar os resultados de uma pesquisa desenvolvida entre os anos 2009-2012 que - avaliando a totalidade das obras aprovadas pelo Programa Nacional do Livro Didático - PNLD 2011 - para a disciplina História e, portanto, partindo de um corpus documental representativo daquilo que circula em todo o território nacional, sob a chancela do Estado brasileiro - buscou cartografar tanto a presença quanto a indiferenciação desses campos nos livros didáticos brasileiros.  


Palavras-chave


ENSINO DE HISTÓRIA; HISTÓRIA – MEMÓRIA – LIVROS DIDÁTICOS – PNLD

Texto completo:

PDF


_______________________________________________________
 
Educar em Revista - ISSN: 0104-4060
SER UFPR - Sistema Eletrônico de Revistas da Universidade Federal do Paraná