Transformações na Sociedade, Transformações na Educação: o Projeto Católico-Conservador de Educação na Década de 1920

Volnei Antonio Sacardo

Resumo


Em pleno início do século XXI, a educação brasileira persiste na centralidade das preocupações nacionais,evidenciada pela degradação do sistema de ensino e pelas últimas posições que o Brasil ocupa em praticamentetodas as análises a que é submetido. Há de se destacar que as mais curiosas propostas aparecem comosolução definitiva do problema do ensino brasileiro, típicas, na história do Brasil, de momentos de agitaçãoe transformações em outras esferas sociais. Na perspectiva da "situação de crise" da educação, estimuladapelas transformações de outras áreas, esse artigo procura revelar um importante momento da trajetóriaeducacional no Brasil: a década de 1920, quando a temática educacional se levantava como o centro dasdiscussões nacionais, combinada com o contexto do final da Primeira República. Nesse período, a iniciativacatólica, centralizada em Jackson de Figueiredo, apoiava-se na educação para realizar o seu programa dedesaceleração da história. Objetiva-se entender o uso da educação para a defesa do ideal Católico-Conservador,em nome da ordem e da formação da elite intelectual católica que, por meio do ensino superior,buscou sistematizar e unir os esforços reacionários enfrentando abertamente a gama de transformações quese operava em diversos setores sociais naquele momento.

Palavras-chave


Educação; conservadorismo; ordem; Jackson de Figueiredo; transformações sociais

Texto completo:

PDF


Extensão em Foco
ISSN impresso 1982-4432