AVALIAÇÃO TÉCNICA E ECONÔMICA DO CORTE DE MADEIRA DE PINUS COM CABEÇOTE HARVESTER EM DIFERENTES CONDIÇÕES OPERACIONAIS

Eduardo da Silva Lopes, Enerson Cruziniani, Andréa Nogueira Dias, Nilton Cesar Fiedler

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar técnica e economicamente as atividades de corte de madeira de pinus em diferentes condições operacionais, utilizando-se harvester de esteiras com cabeçote processador LogMax 7000. A avaliação técnica consistiu em um estudo de tempos e movimentos, sendo obtida a produtividade e a eficiência operacional. A avaliação econômica baseou-se na determinação dos custos operacional e de produção. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com três tratamentos e três repetições. Os resultados mostraram que o elemento que consumiu a maior parte do tempo do ciclo operacional foi o processamento da madeira, com aproximadamente 55% do tempo total em todas as condições operacionais avaliadas. As interrupções consumiram aproximadamente 20% do tempo total. Os valores de produtividade e eficiência operacional da máquina em todas as diferentes condições estudadas foram semelhantes, pelo teste de Tukey, no nível de 5% de probabilidade. Os custos operacional e de produção médios do harvester de esteiras foi de US$ 115,72/hora efetiva de trabalho e de US$ 3,56/m3, respectivamente.

Palavras-chave


Colheita florestal; produtividade e custos de colheita florestal.

Texto completo:

PDF


Revista FLORESTA
ISSN eletrônico 1982-4688 
ISSN impresso 0015-3826
fone: 41 3360 4219
revista_floresta@ufpr.br