CONTROLE PREVENTIVO E CURATIVO DA FERRUGEM DO ÁLAMO EM VIVEIRO

Hellen Aparecida Arantes dos Santos, Louise Larissa May-De Mio

Resumo


A ferrugem do álamo é a principal doença da cultura, tanto no campo como no viveiro, na área de plantio do Brasil. A principal causa de dano é a desfolha precoce que a doença causa. Neste trabalho, avaliou-se o efeito curativo e preventivo de controle, bem como a ação fungiostática inerente in vitro, de alguns produtos. Foram realizados dois experimentos no viveiro com o clone mais suscetível (“Latorre”) delineado em quatro blocos e seis tratamentos: acibenzolar-S-methyl, amônia quaternária, mancozebe, tebuconazole + azoxistrobina e testemunha, nas safras 2003/04 e 2004/05. A avaliação da doença foi realizada de dezembro a abril, por incidência, severidade e desfolha no período. Além disso, mediu-se a altura e o diâmetro da planta à altura do peito (DAP) no final de cada experimento. In vitro, avaliou-se o potencial dos fungicidas em inibir a germinação de esporos a 1, 10 e 100 g.L-1. A mistura de azoxistrobina e tebuconazole reduziram 98,4% da germinação de urediniósporos. Os produtos à base de tebuconazole foram eficientes no controle preventivo e curativo da doença, reduzindo a desfolha em 30% e não influenciando o DAP. A desfolha foi explicada pela severidade, com coeficiente de determinação (R2 ) igual a 0,69.

Palavras-chave


Álamo; controle químico; Melampsora medusae

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380%2Frf.v37i3.9927

Revista FLORESTA
ISSN eletrônico 1982-4688 
ISSN impresso 0015-3826
fone: 41 3360 4219
revista_floresta@ufpr.br