EXTRAÇÃO DO SUJEITO: A ANÁLISE DE STEEDMAN E ANÁLISES DA TEORIA GERATIVA

Thais Chaves

Resumo


Neste trabalho, comparo a análise de Steedman ( 1996) com a análise de Chomsky ( 1986) para o fenômeno da extração de sujeitos. Steedman ( 1996) propõe uma análise no quadro da gramática categorial combinatoria, explicando o fenômeno através da direcionalidade de funtores e propondo que verbos que tomam como complemento orações das quais o sujeito é "extraído" são especialmente marcados no léxico para fazer parte dessa configuração. Chomsky (1986) propõe um modelo dentro do qual as impossibilidades de extração dependem da configuração sintática em que os constituintes estão inseridos, e apresenta uma exceção, o that-trace effect, que é explicado como um efeito de minimalidade.

Palavras-chave


gramática categorial; sintaxe; extração do sujeito

Texto completo:

PDF


Revista Letras - ISSN 0100-0888 (versão impressa) e 2236-0999 (versão eletrônica)