Gênero e brincadeira em parquinhos públicos de Salvador (BA)

Carla Silva Fiaes, Reginalice Lima Marques, Gabriela Souza Cotrim, Ilka Dias Bichara

Resumo


Estudos sobre o uso do espaço para brincadeiras em ambientes abertos têm evidenciado que meninos e meninas apresentam diferenças nas brincadeiras, na preferência por determinados tipos de espaço e na forma de se organizar. Este trabalho se propõe a descrever e discutir as formas de uso do espaço em dois “parquinhos” na cidade de Salvador, priorizando os aspectos associados a como meninas e meninos os utilizam para brincar. Para tal foram realizadas sessões de observação, através de registro cursivo focal do evento de brincadeira e observação em varredura nos parques do Dique do Tororó e do Campo Grande. Não foram encontradas diferenças significativas na presença de meninos e meninas e as crianças brincaram predominantemente de brincadeiras de exercício físico, com diferenças de frequência na participação de grupos segregados e mistos. Constataram-se diferenças na ocupação do espaço relacionadas ao gênero e algumas delas associadas às dimensões dos espaços disponíveis e presença de adultos.

 

Palavras-chave: gênero; brincadeira; playground público.


Palavras-chave


gênero; brincadeira; playground público

Texto completo:

PDF


Interação em Psicologia. ISSN: 1981-8076