O pesquisador na escola experimental de primatas: de experimentador a programador de contingências

Romariz da Silva Barros, Olavo de Faria Galvão, Aline Cardoso Rocha

Resumo


O principal objetivo deste trabalho é mostrar mudanças de orientação metodológica na condução dos experimentos realizados em um laboratório dedicado à pesquisa sobre controle de estímulos com primatas. O comportamento do pesquisador foi abordado em quatro experimentos desenvolvidos nessa unidade de pesquisa. Enquanto tomada de decisões, o comportamento do pesquisador, de início controlado enfaticamente pelo plano experimental com ênfase no controle pelo procedimento, passou a se mostrar progressivamente mais sensível ao desempenho dos sujeitos, com ênfase no controle pelos resultados. Ao longo do nosso trabalho, a reconstrução de passos do procedimento, adicionando e removendo fases em relação ao plano original, se tornou mais provável. Essas mudanças na orientação metodológica estão diretamente implicadas na alteração do nome da referida unidade de pesquisa para Escola Experimental de Primatas, na medida em que os procedimentos de pesquisa passam a ser vistos como condições de ensino.

 

Palavras-chave: metodologia de pesquisa; comportamento do pesquisador; planejamento experimental em função de resultados.


Palavras-chave


metodologia de pesquisa; comportamento do pesquisador; planejamento experimental em função de resultados

Texto completo:

PDF


Interação em Psicologia. ISSN: 1981-8076