O uso das salas de bate-papo na internet: um estudo exploratório acerca das motivações, hábitos e atitudes dos adolescentes

Ana Cristina Garcia Dias, Yves de La Taille

Resumo


O objetivo deste estudo foi investigar motivações, hábitos e atitudes em relação às salas de bate-papo na internet entre adolescentes. Participaram 128 jovens (média de idade 17,02 anos; 61,7% mulheres), estudantes de uma escola de ensino médio e de uma faculdade da Grande São Paulo. Eles responderam em sala de aula a um questionário desenvolvido especialmente para este estudo. A análise dos dados revelou que homens e mulheres não diferiram quanto aos motivos pelos quais utilizavam as salas de conversação, tendo predominado as opções “se divertir” e “conhecer pessoas”. Um percentual significativamente superior de mulheres (em comparação ao de homens) indicou criar personagens ao entrar nas salas de conversação, enquanto um maior percentual de homens (comparado às mulheres) declarou achar mais fácil conversar sobre assuntos íntimos nas salas de conversação do que em uma relação face a face (por se sentirem mais protegidos no primeiro ambiente). A grande maioria dos participantes indicou que não busca as salas de bate-papo para resolver problemas pessoais, embora cerca de um quarto tenha reconhecido que as conversas nas salas os ajudam a se conhecer melhor. Conclui-se que as salas de bate-papo são vistas principalmente como um ambiente para diversão, não necessariamente implicam em formas diferenciadas das relações face a face.

 

Palavras-chave: internet; comunicação; adolescência.


Palavras-chave


internet; comunicação; adolescência

Texto completo:

PDF


Interação em Psicologia. ISSN: 1981-8076