Programa de preparação para a aposentadoria: uma política de desenvolvimento humano

Lúcio Ricardo Hiurko Felippe, Hermelina Maria Sandmann, Maria Eliza Merhy, Soledad Fernandez, Yara Lucia Mazziotti Bulgacov

Resumo


Atualmente, o processo de envelhecimento da população mundial tem despertado o interesse no desenvolvimento de iniciativas voltadas à “terceira idade”. Em 1995, as mudanças ocorridas na política previdenciária brasileira resultaram num aumento significativo do número de pedidos de aposentadoria de servidores na UFPR. Com o objetivo de promover um repensar sobre essa fase da vida e de preparar para o processo de aposentadoria, foi criado em 1995, junto a Pró-Reitoria de Recursos Humanos e Assuntos estudantis (PRHAE), em parceria com o Departamento de Psicologia, o Programa de Preparação para a Aposentadoria (PPA). A intervenção ocorreu em dois níveis, um institucional e outro grupal, tendo como foco aqueles servidores que se encontravam dois anos antes de sua aposentadoria. Foi realizada uma pesquisa de campo junto à população-alvo potencial que justificou e subsidiou a programação da intervenção junto aos grupos denominados Grupos de Orientação para Aposentadoria (GOPA). As estratégias de intervenção voltaram-se para níveis de sensibilização, informação e instrumentalização reflexão sobre o significado deste momento de transição. Os resultados apontaram a importância da  continuidade do programa e sua sistemática ampliação confrontando com uma cultura imediatista e de não prevenção, mas que efetivamente ofereça possibilidades de promoção de qualidade de vida e crescimento pessoal.

Palavras-chave: aposentadoria, envelhecimento, qualidade de vida.

 


Palavras-chave


aposentadoria; envelhecimento; qualidade de vida

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380%2Fpsi.v3i1.7662

Interação em Psicologia. ISSN: 1981-8076