Possibilidades da Investigação Conceitual/Filosófica na Análise do Comportamento

Alexandre Dittrich

Resumo


Enquanto campo de investigação científica, a análise do comportamento é tradicionalmente caracterizada por uma divisão tripartite, que contempla análises conceituais/filosóficas, análises experimentais e análises aplicadas. O objetivo desse artigo é identificar e caracterizar as principais possibilidades de investigação no domínio das análises conceituais/filosóficas. A interpretação, definida como a extensão de princípios da análise do comportamento para a compreensão de relações comportamentais fora do âmbito experimental, é apresentada como um procedimento básico da análise conceitual/filosófica, em todas as suas modalidades. As possibilidades de investigação identificadas neste domínio são as seguintes: (1) sugerir à comunidade dos analistas do comportamento a adoção de certas posições epistemológicas e éticas consideradas coerentes e úteis; (2) dialogar com outras tradições de pensamento filosófico e científico (ou com autores específicos dentro dessas tradições); (3) ampliar o poder de compreensão e intervenção (experimental ou aplicada) da análise do comportamento sobre certos fenômenos comportamentais. Por fim, destaca-se que esta divisão não implica ou sugere uma separação estrita entre as diferentes possibilidades de investigação na análise conceitual/filosófica, e não esgota todas as possibilidades de investigação neste domínio.

 

Palavras-chave: análise do comportamento; behaviorismo radical; análise conceitual/filosófica; pesquisa em psicologia.


Palavras-chave


análise do comportamento; behaviorismo radical; análise conceitual/filosófica; pesquisa em psicologia

Texto completo:

PDF


Interação em Psicologia. ISSN: 1981-8076