MECANISMOS DE GERAÇÃO DE ESCOAMENTO E ÁREAS HIDROLOGICAMENTE SENSÍVEIS: UMA ABORDAGEM HIDROGEOMORFOLÓGICA PARA DELIMITAÇÃO DE ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE

Cesar Augusto Crovador SIEFERT, Irani dos SANTOS

Resumo


Este artigo apresenta uma revisão conceitual sobre a relação entre os mecanismos de geração de escoamento e as áreas hidrologicamente sensíveis (AHS). Propõe-se a aproximação do conceito de AHSs na delimitação de áreas de preservação permanente (APPs) devido à capacidade de geração de escoamento superficial por saturação destas áreas, estabelecendo assim a transferência de sedimentos e poluentes incidentes à jusante em direção aos canais. Reconhece-se a importância das AHSs como um novo paradigma na delimitação de APPs de acordo com características hidrogeomorfológicas da bacia hidrográfica. Por fim, observa-se ainda a necessidade de um aprofundamento na busca de um indicador de sensibilidade hidrológica das paisagens que possa ser utilizado em bacias hidrográficas com distintas características fisiográficas.

Palavras-chave


áreas hidrologicamente sensíveis; zona ripária; área variável de afluência; processos hidrogeomorfológicos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380%2Fraega.v24i0.26216

_____________________________________________

ISSN (IMPRESSO) 1516-4136 até 2008

ISSN (ELETRÔNICO) 2177-2738 a partir de 2009