A QUESTIONABILIDADE DO CONCEITO DE PAISAGEM

Gert GRÖNING

Resumo



Com freqüência o conceito de paisagem parece estar associa-
do a esperanças igualmente misteriosas e, de alguma forma,
supostamente capazes de transmitir a verdade, em especial
desde que, na República Federal da Alemanha, se propagou
o ideário ecológico. Para essa afirmativa encontramos
reitera-da comprovação nas pesquisas paisagísticas da segunda
metade do século 20 que, como me parece, embora
tenham sido realizadas numa época em que a industrialização
já era um fato onipresente, estão vinculadas3 a uma noção
pré-in-dustrial de paisagem, ou seja, a uma paisagem em
que a indústria era ainda inexistente. Neste estudo pretendo
também chamar a atenção para alguns temas como: o conservado-
rismo do interesse pela paisagem, o surgimento da
paisa-gem como programa social, a paisagem da era nacional-
socialista, a paisagem dos adversários da urbe, a paisagem
de cunho antroposófico e, finalmente, o papel da paisagem
no século XX e início do século XXI; esses temas poderão
contribuir para a compreensão dos motivos que tornam
questionável a persistência de um tal conceito de paisagem.

About the questionability of landscape notion

Abstract


Both the notion of landscape and mysterious hopes seem
to be linked together and they are believed to somehow tell
the truth. In the Federal Republic of Germany this especially
seems to have increased after ecological thoughts which
began to circulate from the 1970s onwards. In the last quarter
of the twentieth century, repeated studies about a so-called
landscape picture, at a time of omni-present industrialization
adhered to a pre-industrial image of landscape, that is a
landscape without industry, document this.4 Further a few
points are presented such as the conservative interest in
landscape, the development of landscape as a societal
program, the landscape in National Socialism, the
landscape of those hostile towards cities, the anthroposophically
oriented landscape, and, finally, the role of
landscape in the twentieth and the beginning of the twentyfirst
century. The final goal is to elaborate on the notion that it
is questionable to further stick to such a notion of landscape.


Palavras-chave


Paisagem; sociedade; cultura; espaços livres; Landscape; society; culture; open spaces

Texto completo:

PDF


_____________________________________________

ISSN (IMPRESSO) 1516-4136 até 2008

ISSN (ELETRÔNICO) 2177-2738 a partir de 2009