CIDADE, CULTURA E A DISPUTA PELO DIREITO AO ESPAÇO: SEGREGAÇÃO URBANA DAS COMUNIDADES DE TERREIRO NA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA

Mary Anne Vieira SILVA, Rodolfo Ferreira Alves PENA

Resumo


A presente comunicação é resultado dos projetos de pesquisa Igbadu: Territórios, gênero e história dos candomblés de Goiânia (FAPEG/SEMIRA) e Mães de santo: domínios territoriais, sociais e históricos do sagrado em Goiânia - GO (FAPEG/SEMIRA) e prima por apresentar resultados preliminares dos estudos referentes às religiões de matriz africana em Goiás. Neste caso, o foco será a Região Metropolitana de Goiânia, evidenciando os processos inerentes à dinâmica espacial urbana. Neste texto, primeiramente recorre-se aos apontamentos teóricos conceituais sobre cidade, expansão e a lógica de produção do espaço. Em segundo, enfatiza-se a dinâmica da formação da capital Goiânia, bem como, de forma preliminar, a sua região imediata. A partir desta lógica o candomblé será enfocado por um processo de luta que reivindica os espaços de pertença e que leve ao questionamento das formas de poder vigentes na sociedade.

Palavras-chave


Região Metropolitana de Goiânia; Candomblé; Expansão Urbana

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380%2Fraega.v24i0.26207

_____________________________________________

ISSN (IMPRESSO) 1516-4136 até 2008

ISSN (ELETRÔNICO) 2177-2738 a partir de 2009