A ESCOLHA DE UM LIVRO DIDÁTICO INTERNACIONAL PARA O CONTEXTO BRASILEIRO: ESTABELECER E ADAPTAR OS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Ruth Bohunovsky

Resumo


A escolha de um livro didático a ser utilizado numa instituição de ensino tem consequências que dizem respeito não apenas ao conteúdo temático e gramatical de um curso de língua estrangeira, mas também à sua metodologia. Este artigo tece alguns comentários de natureza geral sobre o papel do livro didático no ensino de línguas estrangeiras, especificamente no caso do alemão no Brasil. Depois disso, discute o trabalho prático de avaliação de livros didáticos e apresenta um catálogo de critérios para a avaliação, que foi elaborado durante uma disciplina de graduação na UFPR intitulada “Alemão como Língua Estrangeira”, pela autora e os estudantes, em conjunto. Embora este trabalho se refira mais especificamente à área de alemão, serve também como ponto de partida para um diálogo com outras línguas estrangeiras.


Palavras-chave


ensino de línguas

Texto completo:

PDF


Revista X. ISSN: 1980-0614