ANÁLISE LINGÜÍSTICO-DISCURSIVA DAS COMPETÊNCIAS EM UM TEXTO INSTITUTIONAL

Gladys Quevedo-Camargo

Resumo


Neste artigo apresento uma análise lingüístico-discursiva de um texto institucional – a Parte 2 das Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Letras - objetivando discutir e refletir sobre as prescrições à formação do futuro profissional da área de Letras a partir das competências e habilidades preconizadas por tal documento e, em última instância, avançar na compreensão das relações entre linguagem e trabalho educacional. Esta análise interpretativa de um texto sobre o trabalho educacional foi desenvolvida sob a perspectiva do interacionismo sóciodiscursivo e com os procedimentos de análise de Bronckart e Machado (2004). Revela que as prescrições são textualizadas de forma vaga, e atemporal, deixando transparecer a representação de um profissional ideal, capacitado com competências e habilidades de forma ampla e completa sem, no entanto, explicitar como essa capacitação deve ocorrer.

Palavras-chave


análise lingüístico-discursiva; Interacionismo Sóciodiscursivo; Curso de Letras; textos institucionais; Diretrizes Curriculares; prescrições.

Texto completo:

PDF


Revista X. ISSN: 1980-0614