EMPRESÁRIOS E AÇÃO COLETIVA: NOTAS PARA UM ENFOQUE RELACIONAL DO ASSOCIATIVISMO

Álvaro Bianchi

Resumo


Este artigo esboça um enfoque teórico relacional para o estudo da ação coletiva empresarial. Para tal,argumenta-se que tanto o individualismo metodológico de Mancur Olson como a análise sociológica dasclasses sociais de Claus Offe e Helmut Wiesenthal, enfoques amplamente difundidos nos estudos sobre oempresariado, apresentam uma forte tendência essencialista. Tal tendência tende a substituir o conflitosocial por determinismos de vários tipos - econômicos, culturais, psicológico etc. Em contraposição a estesenfoques, é esboçada uma abordagem relacional na qual a ação coletiva empresarial é o resultado dasrelações de forças existentes, destacando a dimensão conflitiva e histórica do processo de construção daação e da organização coletiva. Para o estudo das associações empresariais, esta perspectiva permitepensá-las como resultado dos conflitos sociais e de lugar.

Palavras-chave


entreprises, action collective; associations en entreprise; associativisme; collective action; entrepreneurial associations; associativism; ação coletiva; empresários; associativismo empresarial

Texto completo:

PDF


Revista de Sociologia e Política. ISSN: 0104-4478 (versão impressa)
1678-9873 (versão online)