. Esponjas Antárticas (Porifera, Demospongiae) das Ilhas Shetland do Sul e áreas próximas. Parte I. Spirophorida, Astrophorida, Hadromerida, Halichondrida e Haplosclerida

Maurício Campos, Beatriz Mothes, Inga L. Veitenheimer Mendes

Resumo


O objetivo deste trabalho é redescrever 11 espécies de esponjas coletadas através do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR), nas Is. Shetland do Sul e áreas próximas. Nnovas informações são fornecidas acerca do conhecimento da fauna de poríferos da Antártica, tanto para a riqueza específica como para os dados referentes às distribuições geográfica e batimétrica das espécies identificadas. As seguintes espécies foram identificadas e são aqui ilustradas e amplamente descritas: Cinachyra antarctica (Carter, 1872), Cinachyra barbata Sollas, 1886, Craniella leptoderma (Sollas, 1886), Tethyopsis longispinum (Lendenfeld, 1907), Polymastia invaginata Kirkpatrick, 1907, Homaxinella balfourensis (Ridley & Dendy, 1886), Suberites montiniger Carter, 1880, Halichondria (Eumastia) attenuata (Topsent, 1915), Haliclona (Soestella) chilensis (Thiele, 1905), Hemigellius bidens (Topsent, 1901) and Calyx arcuarius (Topsent, 1913). Duas espécies são pela primeira vez registradas para o continente antártico, Halichondria (Eumastia) attenuata (Topsent, 1915) e Haliclona (Soestella) chilensis (Thiele, 1905), enquanto que Tethyopsis longispinum (Lendenfeld, 1907), S. montiniger Carter, 1880 e Hemigellius bidens (Topsent, 1901) apresentam o primeiro registro para este setor do continente. Ampliam-se ainda os dados batimétricos para T. longispinum e H. attenuata.


Palavras-chave


Antarctica; PROANTAR; taxonomy; Antártica; taxonomia

Texto completo:

PDF


Revista Brasileira de Zoologia. ISSN: 0101-8185 (versão impressa) ISSN: 1806-969X (versão eletrônica)